“O que tem na geladeira?”, de Rita Lobo

Surpreso com a indicação de um livro de culinária por aqui? Calma, já vamos explicar…

Resenha do livro "O que tem na geladeira?", de Rita Lobo

Uma das maiores despesas fixas para uma família é a alimentação, juntamente com a moradia e o transporte, como já conversamos nesse post:

A melhor maneira de economizar de verdade!

Como reduzir as despesas fixas é a melhor maneira de economizar de verdade, faz todo sentido investir em melhorar nossa capacidade de “administrar” a cozinha de casa.

Por aqui, reduzimos muito nossos gastos com alimentação a partir do momento em que organizamos um menu semanal.

Ainda assim, sentíamos que faltava qualidade no nosso menu… Ele era muito repetitivo e, confesso, tinha bastante comida que não era saudável. :-/

Foi quando, por acaso, esbarrei em um curso da Rita Lobo no Youtube, em colaboração com o professor Carlos Monteiro (que foi o coordenador do Guia Alimentar para a População Brasileira). Você pode assistir esse curso gratuitamente no Canal Panelinha, no Youtube:

São vídeos curtos e bem explicativos, vale a pena dar uma olhada. 😉

A partir daí, nos preocupamos em melhorar a qualidade das refeições do nosso menu. E então conheci o livro “O que tem na geladeira?”, que virou uma mão na roda em nossa rotina.

Por que amamos o livro?

Porque ele tem uma proposta muito legal, que é apresentar receitas variadas com base em uma verdura ou legume. Tem um capítulo para o espinafre, outro para a cenoura, outro para o brócolis… São 30 verduras/legumes, cada um com seu conjunto de receitas.

Por exemplo, NUNCA tínhamos comprado uma abobrinha na vida. A partir do livro, vimos como ela podia ser preparada (cozida, grelhada, assada…), as receitas sugeridas, e fomos fazendo.

Resultado: a abobrinha entrou na nossa rotina. Cozida no molho de tomate caseiro, recheada com carne moída ou frango, grelhada em meias-luas como acompanhamento… É muito amor!

Normalmente, no dia em que montamos nosso menu, pegamos o livro e vamos selecionando as receitas para a semana, de acordo com o que está na época ou com o que queremos provar…

Conforme vamos fazendo, vou marcando no índice as receitas que gostamos. Depois de “pegar intimidade” com a receita, já começamos a dar nossos toques, usando coisas que já temos em casa ou mudando algum tempero!

Acreditem: usar mais verduras, legumes, arroz e feijão na alimentação é, além de infinitamente mais saudável do que usar alimentos ultraprocessados, BEM MAIS BARATO. De verdade.

O ganho que você vai ter em saúde pode, também, te trazer outros ganhos no médio e longo prazo… Além da óbvia melhoria da qualidade de vida, você tende a gastar bem menos com remédios e alimentação especial, que consomem muitos recursos de idosos que têm a saúde debilitada. 😉

Recomendo muito que vocês sigam a Rita Lobo nas redes sociais, vejam as receitas que ela ensina e assistam os vídeos de técnicas culinárias. Faz muita diferença!

E como ela diz, alimentação não é assunto de dona de casa, é assunto da casa. Então, meninos, já passou da hora de vocês entrarem nesse mundo também! 🙂

Você pode adquirir o livro “O que tem na geladeira?” na Amazon, através do link a seguir:

O Que Tem na Geladeira? 30 Legumes e Verduras em Mais de 200 Receitas Para Variar o Cardápio

Boa leitura!

Você pode gostar...