“Faça Fortuna com Ações – Antes que Seja Tarde”, por Décio Bazin

Entendo que, se precisar de um especialista para administrar os seus bens, você não merece o dinheiro que tem.

Qualquer um precisa realmente não mais do que uma orientação. E depois de obtê-la deve partir sozinho para seu voo, como fazem as borboletas quando saem das crisálidas. Só uma orientação, nada mais. 

Antes de começar a investir em ações, estudei o assunto por aproximadamente um ano. Não fiz nenhum curso formal; li alguns livros, muitos blogs sobre investimentos e muitos vídeos também.

Dentre os livros, o que mais me impactou à época, sem dúvida, é o Faça Fortuna com Ações – Antes que Seja Tarde, do Décio Bazin.

Não se enganem pelo título um pouco brega e sensacionalista: o conteúdo é sensacional.

“Faça Fortuna com Ações”: Principais Destaques

Décio Bazin, já falecido, foi um investidor de grande sucesso; além disso, foi colunista de jornais e revistas, o que ajuda o livro a ser agradável, bem escrito, fluido… Muito bom mesmo!

O autor é adepto do buy and hold, o que eu penso ser a “filosofia” de investimento em ações mais adequada para qualquer pessoa que tenha um emprego que não seja no mercado financeiro.

Afinal, quem trabalha na indústria, em um órgão público ou dirigindo um táxi não tem tempo de ficar diante de 20 telas de computador acompanhando as cotações das ações instantaneamente e fazendo trades.

Segundo Bazin:

Comprar, comprar e comprar ações de empresas sólidas até alcançar o objetivo final, e ficar longe do agitado mundo da Bolsa e das suas más influências, eis o segredo.

Bazin é um entusiasta dos dividendos, e nós também. Para nós, isso faz muito sentido para aqueles que têm como objetivo ter uma renda passiva, que é o foco de quem planeja a aposentadoria. Segundo ele,

Investir capital num papel que não gera capital equivale a comprar uma pintura, pregá-la na parede e esperar que se valorize ou que imediatamente apareça alguém que se interesse por comprá-la a preço maior.

Pessoalmente, não descarto a compra de ações de ótimas empresas que paguem poucos dividendos; nesse caso, o que espero é o crescimento da empresa. Isso tende a provocar, no longo prazo, a valorização da ação.

Quando compro tais ações, espero proteger meu patrimônio da inflação de um jeito diferente do tradicional investimento em renda fixa. É uma tentativa de diversificação

Décio Bazin também apresenta um método para selecionar ações para compra. Não vou contar aqui: comprem o livro,  leiam com atenção e tirem suas conclusões! Ah, e quem quiser encontrar os principais dados de interesse das empresas listadas na Bolsa, depois de ler o livro, pode acessar o site Fundamentus.

No entanto, vale o alerta: nenhum autor detém a verdade absoluta. Cabe a cada um de nós ler, estudar e, a partir das nossas experiências, criar nossos próprios critérios.

Dentro desse espírito, uma das frases do autor com que mais nos identificamos é essa:

Cabe aqui ainda um último alerta para o Investidor. Em matéria de dinheiro, na Bolsa como na vida, você está sempre só. Prepare-se para tomar atitudes sozinho e também para nunca repartir responsabilidades nem vantagens.

É isso. A responsabilidade é nossa! Não dá para dividir com o Governo, com o gerente do banco, com o destino… O tempo passa e é impiedoso. Faça a sua parte! Sua família e o “Você do Futuro” agradecerão.

Você pode adquirir o livro na Amazon, através do link a seguir:

Faça Fortuna com Ações, Antes que seja Tarde

Até a próxima!

Você pode gostar...